Pouco sabemos da origem do vírus que levantou os mortos no universo criado por Robert Kirkman, apenas que todos estão infectados, todos os vivos carregam o vírus, que será ativado no momento da sua morte ou através da mordida de um walker.

Com a estreia de Fear The Walking Dead os fãs esperavam a explicação para o virus, porem os produtores acabaram com festa dizendo que esse não seria o foco do spin-off. Ele serviria para mostrar o apocalipse, o fim do mundo como conhecemos por um novo ponto de vista, o de quem vê essa transição.

Só que no ultimo episódio de Fear The Walking Dead surgiu uma descoberta que pode mudar o rumo das duas histórias. Alejandro, o líder da vila mexicana onde Nick está afirma ter sido mordido e imune a ela. Em um momento do episódio vemos que ele tem uma mordida no ombro, ainda em processo de cicatrização. Esse mistério dá uma profundidade aos próximos episódios. O showrunner Dave Erickson falou ao EW sobre o mito da imunidade e uma possível cura.

“Uma das coisas sobre as quais esta temporada se trata para o Nick é a questão da fé e da crença no líder; a história que o rodeia é o que realmente criou esta comunidade. As pessoas conheciam Alejandro antes do apocalipse, as pessoas acreditavam nele. Ele era um farmacêutico, uma espécie de líder para a comunidade, e agora ele está se transformando em uma espécie de mito. E eu acho que a história como ela é desenvolvida fez as pessoas acreditarem nele muito mais, e isso criou essa comunidade isolada onde as pessoas se sentem a salvo.

Então é uma das coisas que deixam Nick cético quando ele ouve a história pela primeira vez — ele tem dúvida, e vamos continuar explorando isso no curso da temporada, mas no fim é realmente uma história de confiança e fé, especialmente fé na figura paterna, e para Nick, como alguém que perdeu o pai em um momento de grande desconexão, é um desafio para ele se reconectar com esta figura e descobrir se ele tem habilidade e força para acreditar neste homem mesmo que tenha suas próprias questões a respeito dele.

Luciana [Danay Garcia], de forma recíproca, acredita completamente, assim como os outros membros da comunidade, e a verdade de Alejandro e a questão da fé é um elemento que vai se repetir ao longo da temporada, e vamos trabalhá-lo.”

Com cura ou não, essa é a chance de Fear The Walking Dead ampliar o universo e fazer algo que The Walking Dead por estar presa as HQs não pode fazer. Ainda mais sabendo que não teremos crossover e o compromisso de pensar nas consequências de uma série na outra. E mais, essa é grande oportunidade de Fear The Walking Dead engatar uma boa história depois daquele começo lento e equivocado da segunda temporada.

 

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM