Um dos grandes trunfos de Penny Dreadful sempre foi a produção impecável e muito bem pensada, e nela está a trilha sonora original criada pelo compositor Abel Korzeniowski, que foi fundamental na criação do clima gótico e trágico que a série tinha. Fazendo várias cenas, como exemplo a despedida de Joan Clayton, a simples valsa entre Ethan e Vanessa, ainda mais marcante e emocionante.

Abel Korzeniowski conseguiu transformar os momentos de desesperança, fé, escuridão e divindade dos personagens em musica com uma perfeição inspiradora. Todos os sentimentos foram traduzidos em canções pra melhor entendimento. O estilo clássico e vitoriano nunca impediu a trilha sonora de atingir os corações dos fãs, muito pelo contrário, a trilha foi mais um elemento deste universo criado por John Logan que abraçou as pessoas que assistiam. A musica de Korzenlowski foi mais um personagem que nós esperávamos ver a cada episódio, seja nos consolando, abraçando ou instigando.

A trilha sonora da primeira temporada foi disponibilizada logo após o termino dela, mas a trilha das duas ultimas temporadas só foi disponibilizada no dia 16 de dezembro, mais de um ano após o fim da segunda temporada e meses após a series finale ir ao ar. Abel se preocupou em fazer um trabalho meticuloso e só entregar as musicas quando estivessem perfeitamente terminadas e masterizadas.

O álbum tem quarenta e oito musicas maravilhosas, que aos primeiros acordes você consegue identificar Penny Dreadful neles. Confesso que assim que abri o álbum fui para as minhas musicas preferidas, de momentos que estavam guardados na minha memória e fui as lagrimas escutando Joan Clayton e Ethan’s Waltz. As cenas em que elas tocam representam para mim a incompreensão do que é belo e necessário, a calmaria no meio da tempestade. Me emocionei sem me importar, afinal é essa a finalidade ao se contar uma história, certo? Fazer com que quem estiver assistindo sinta, seja o que for, e que leve com ela o que lhe couber. Uma imagem, uma jornada, um personagem, uma canção, uma emoção…

Ouçam a trilha e sintam-se abraçados também!

 

 

 

Saudades, Penny Dreadful!

 

 

 

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM