WELCOME! Everything is fine. É isso que Eleanor Shellstrop (Kristen Bell) vê ao chegar no lugar que logo irá descobrir se chamar The Good Place. Em uma conversa que mais parece ser como uma entrevista de emprego, Eleanor é recebida por Michael (Ted Danson), o arquiteto do lugar, que em meio há perguntas como “Onde estou?”, explica que ela morreu após um trágico, e meio que bizarro, acidente.

Eleanor quer então saber se está lá em cima ou lá embaixo, como qualquer um de nós também gostaria de saber, e fica aliviada ao descobrir que está no lugar que recebeu o nome de “O Lugar Bom”.

A série é sobre a vida após a morte, mas por ser um sitcom, traz elementos de comédia com piadas de tons leves e que arrancam boas risadas, como por exemplo o drama de toda mulher que carrega bolsa, aquele em que você vai esquecê-la em algum lugar, mas como Eleanor está morta, percebe que não tem nem bolsa para carregar.

Em uma espécie de tour a lá “primeiro dia na escola nova”, Michael mostra como o lugar é, quem são as pessoas que estão ali, e mostra a ela sua casa nova na qual ficará por toda a eternidade, que ao contrário da maioria das outras casas, é pequena e simplória, assim como a de uma pessoa boa e altruísta que não precisa de muito, tal qual como Eleanor Shellstrop.

Uma apresentação em telão mostra como as pessoas são escolhidas para entrar no “Lugar Bom”, e só aqueles que são extremamente bons conseguem seu pedacinho de céu. Suas ações são medidas de acordo com o quanto de bondade você faz para o universo, quanto mais boas ações com boas consequências, mais pontos você ganha e mais chances você tem. Só aqueles com as pontuações mais altas são os vencedores. Nota: usar “facebook” como verbo tem pontuações negativas. 

Cada pessoa tem a sua alma-gêmea, e Eleanor conhece a dela, Chidi (William Jackson Harper), um professor universitário em Ética e Moral. Logo Eleanor percebe que ela não deveria estar ali, as memórias mostradas em um telão em sua casa, não são dela. Ela não era uma advogada que ajudava pessoas inocentes a saírem da corredor da morte, muito que pelo contrário, ela não poderia ser mais egoísta. Logo ela confessa a Chidi, e a partir daí se faz “o inferno na terra”, ou melhor dizendo “o inferno no bom lugar”.

14408855_1131848136892935_56021257_n

A série estreou dia 19, com dois episódios seguidos, pela NBC. Kristen Bell está, mais uma vez, maravilhosa em uma personagem diferente e que mostra ser cheia de nuances em sua personalidade, e que terá muitos desafios pela frente. Todos os personagens parecem se encaixar perfeitamente em meio a ótimas atuações. Michael Shur, produtor executivo da série, que também foi responsável por Parks and Recreation, nos entrega um série de qualidade, tanto gráfica, quanto de enredo, que se bem explorada pode durar por algumas boas temporadas.

Em um misto de comédia e dramas, uma lição já podemos retirar deste começo: ter boas atitudes é o mesmo que ser bom? Fica aí o questionamento para o restante dos 11 episódios que ainda faltam nessa temporada.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM