Depois da prisão de Barry, que vimos no último episódio de The Flash, achei que o seguinte seria mais wow! Infelizmente não foi bem assim. Apesar de algumas partes serem bem interessantes, o episódio como um todo deixa a desejar. É devagar (não é um trocadilho proposital, já que Flash não está podendo correr no momento) e desconexo.

Temos, como o próprio título já diz, o julgamento de Barry, que não quer, de jeito nenhum, mentir. E ele está correto, afinal, mentir ali é crime. Então ele não tem muito o que fazer. O plano de DeVoe e Marlize foi bem elaborado, deixando o herói apenas com duas escolhas possíveis: ir para a cadeia ou revelar ao mundo que ele é o The Flash. Marlize dá um show de interpretação, que já deixa metade do júri convencido de que Barry é culpado. O júri cai até na lorota sobre a mudança de aparência de DeVoe, quando Joe e Ralph aparecem com fotos de Marlize o beijando na sua nova forma.

Enquanto isso, um meta-humano com grandes poderes, mas muito mequetrefe surge em Central City, envenenando a cidade com radiação. Eu entendo que era necessário ter alguém para que a comparação entre Barry e The Flash pudesse acontecer no final do episódio, mas esse meta não convenceu nada. Foi muito pobre. Poderiam ter feito tanta coisa! Ficou parecendo, inicialmente, apenas um adereço para que pudéssemos ter Vibe e Killer Frost no episódio. E é claro que eles não dão conta, obrigando Barry a deixar o tribunal e piorando ainda mais sua situação.

Ainda no tribunal, Iris, que ainda acha que ela e Barry, juntos, “são o The Flash”, toma uma decisão unilateral e interrompe o juiz, dizendo que tem uma grande revelação. Descobrimos então nesse momento que Flash é capaz de fazer o tempo parar praticamente, em volta dele e de Iris, enquanto explica o óbvio para ela: Se descobrirem quem ele é, todos as pessoas que ele ama correrão perigo. Mais um dos dilemas clássicos dos heróis. Iris entende e desiste.

E então, depois de salvar Central City mais uma vez, contendo a bomba nuclear que o “meta da semana” se tornou, Barry volta ao tribunal apenas para ouvir sua sentença. DeVoe aparece para tripudiar mais um pouco e até Barry rola os olhos para ele, o mesmo que já estamos com vontade de fazer, de tanto DeVoe repetir que ninguém pode entender seus planos e que ele ganhará no final. O tombo será grande. Para ficar um vilão ainda mais detestável, DeVoe herdou o poder do meta de quem ele roubou o corpo. E agora, além de se vangloriar, ele não deixa as pessoas falarem, porque ele já lê a mente delas. Depois disso, um Barry já derrotado, se dirige ao tribunal.

É nesse momento que acontece a parte mais bonita do episódio. Enquanto o chefe de polícia de Central City enaltece The Flash, dizendo o quão altruísta que ele é, alguém que se importa com todos e é capaz de dar a sua vida pela cidade, o juiz diz completamente o contrário sobre Barry. O chama de egoísta, desumano e, é claro, o condena. E ainda bem que o fez. Seria a coisa mais fora da casinha nessa série se, após apenas um episódio em circunstâncias complicadas, Barry arranjasse um jeito de sair livre. O episódio termina com Barry na cela que, claro, é a mesma em que seu pai ficou encarcerado. Não poderíamos passar sem essa.

Foram pequenas coisas que tiraram o brilho do episódio: um meta sem sal, Iris não sendo esperta como deveria ser e se mostrou em alguns episódios. Killer Frost e Vibe aparecendo para quase nada, com um pouco de alívio cômico que, no fim, foi bem ruinzinho, e a cela. A mesma de Henry Allen. Somos lembrados o tempo todo de que Henry foi preso por um crime que não cometeu, foram praticamente três temporadas girando em torno disso. Barry estar na cadeia já é lembrança suficiente. Não precisamos de mais.

Agora fica a expectativa de saber como Barry sairá dessa de verdade, sem usar métodos que sejam “fora da lei”. Afinal, ele ainda é o perito de índole impecável. Chega atrasado no trabalho, mesmo sendo o homem mais rápido que já viveu, mas mesmo assim. Ele não vai escapar, mesmo podendo. E ele não vai mentir. Resta ao #teamflash a tarefa de derrotar DeVoe no seu próprio jogo e libertar seu herói. Que sejam bons episódio!

#flashpoint

  • Marlize não está curtindo muito o novo e melhorado DeVoe. Vocês acham que ela vai se virar contra ele em algum momento?
  • Acabei de ler comentários interessantes! Um dizia que a Iris já está grávida e que esse é o motivo de Barry ter conseguido falar com ela: a speed force se encontra nela! O que vocês acham?
  • Outra questão legal: quando encontraram o corpo original de DeVoe, onde estava sua cadeira de rodas? Nem pensei nisso quando vi o episódio, mas alguém nos comentários no site TV Time estava pontuando isso.

 

 

 

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM