E aí galera, desculpem a demora nessa review, mas aqui está, então vamos a leitura? 😉

Terminei a outra review falando do plot twist em que a verdadeira Eleanor aparece para deixar as coisas ainda mais complicadas, e realmente foi isso o que aconteceu. O episódio começa com todos na salinha de Michael, com ele e Trevor (o representante do Lugar Ruim) explicando para as duas Eleanors como a troca aconteceu: ambas morreram na mesma hora, elas estavam no estacionamento da loja, que Michael explicou para Eleanor no dia que ela chegou ao Lugar Bom, e quando o acidente aconteceu, a “verdadeira Eleanor” tentou salvar a “falsa Eleanor” mas não deu certo, e no momento em que morreram foi feita a troca e uma foi parar no lugar da outra. Confuso, não?

Michael começa a tentar ajudar Eleanor a ficar no Lugar Bom oferecendo a Trevor algo que ele queira, como um unicórnio, por exemplo, mas apesar das ideias terríveis que Trevor tem para fazer com o unicórnio (como escalpelá-lo e arrancar seu chifre), a oferta não faz tanto sucesso, e ele ainda quer Eleanor.

Enquanto isso, Eleanor falsa mostra o Lugar Bom para a Eleanor verdadeira e percebe que Chidi e ela estão se conectando, pois como sabemos, essa Eleanor é a verdadeira alma-gêmea dele, então nada mais justo do que eles descobrirem as milhares de coisas que tem em comum. Bateu aquele ciúmes hein, Eleanor falsa? Deu pra perceber. Então, por causa disso, a Eleanor que a gente conhece e ama se retira da jogada e vai beber todas com Trevor. Eles conversam, e nos é mostrado mais flashbacks da vida dela na terra, nos fazendo ver que ela nunca quis pertencer a lugar nenhum, nunca, nem na escola, nem no trabalho, nem manter amizades, Eleanor sempre foi um “lobo solitário”. E aí ela decide: tudo bem, eu vou para o lugar ruim, talvez lá seja o meu lugar.

Como sempre, quando há uma crise, Michael simplesmente não sabe o que fazer e fica perdido ao tentar fazer de tudo para agradar a galera que veio do Lugar Ruim acompanhando Trevor. Ele faz tudo que nunca pensou em fazer: dar uma festa de arromba com música ruim, bebidas e vários comportamentos errados. Mas isso não dura muito tempo, porque, também como sempre, Tahani está ali ao lado de Michael dando conselhos e servindo de ótima amiga dizendo que ele tem de se impor e não aceitar qualquer coisa só porque quer ajudar Eleanor. No começo eu não estava muito aberta a gostar de Tahani, mas agora vários episódios depois, ela está caindo no meu gosto.

O conselho surte efeito, pois na reunião final para decidir o destino da Eleanor falsa, Michael se impõe sobre Trevor e diz que ela vai ficar ali pois é o lugar a que ela pertence. Eleanor fica feliz e muda de ideia, dizendo que nunca quis pertencer a lugar nenhum, mas que sente que ela finalmente achou o seu lugar. Cá entre nós, sabíamos que isso ia acontecer, a série não é exatamente enigmática, mas mesmo assim é legal quando vemos essas reações dos personagens que adoramos e que passamos a ver como se fossem pessoas de verdade e não só personagens de séries.

Este foi o último episódio antes do hiatus de final de ano, e como todo bom e velho episódio de hiatus, esse também veio com um bom cliffhanger: Tahani descobre o segredo de Jianyu e o confronta. Eu estou adorando esses pequenos mas importantes momentos da série, e vocês o que estão achando? Nos vemos na próxima review!

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM