Depois de SEMANAS afastada (Desculpa, gente, mas era importante! U2, gente!), vamos falar sobre TODOS os This is Us que passaram? Vamos sim! Devagar a gente chega lá e se acerta no tempo!

No episódio 2×03, vemos Jack lutando contra seu alcoolismo, Rebecca o ajudando, Randall tentando lidar com o desafio de se ter uma criança adotada, Kate e Kevin ainda lidando com a morte de Jack. E o grande tema do episódio que foi a comunicação e o que a falta dela faz.

Jack tem se esforçado para manter a palavra. A queda dele já parece muito menor do que pareceu no episódio anterior. Vê-lo trabalhando com seus traumas quase o traz de volta ao patamar que ele tinha. Passamos a ter orgulho dele novamente, torcer pela sua recuperação. Rebecca também está sendo forte, se virando como dá e tentando lidar com o marido que não se comunica propriamente. As coisas estão estranhas, parece que o casamento está realmente em crise, mas a partir do momento que Jack se abre e é sincero, uma parte do problema já é resolvida. E essa sinceridade também faz com que fiquemos caídas por ele novamente.

De Jack a Randall, temos a parte que tem sido a mais interessante no momento. Finalmente Randall e Beth recebem em sua casa, a criança que vão ajudar. Seu nome é Deja e a assistente social já avisa que não é fácil. Temos então um paralelo entre o Randall adolescente, super ansioso, em busca de seus pais biológicos e Randall adulto, não menos ansioso, tentando entender essa criança tão traumatizada. Um dos momentos com Deja é a parte mais marcante do episódio. Ela está discutindo com Beth e quando Randall aparece, Deja se encolhe toda, esperando um ataque físico, que obviamente, não acontece. A cena é tão forte, que no mesmo momento você sente o peso do que aquela menina sofreu. Não vai ser fácil e Randall sabe disso.

Deja também está confusa e quem teve uma vida com poucos recursos, entende bem o porquê. No final do episódio, Deja procura Tessa e Anne no meio da noite, para perguntar sobre Randall e Beth. Quem faz as regras? Quando as meninas dizem como tudo funciona, Deja fica perdida. Como alguém pode ter punições tão leves, considerando o que ela já sofreu. E aí acontece o momento mais fofo do mundo: um flashback vindo da pequena Anne, que a leva de volta para o primeiro dia de William na casa. É a coisa mais maravilhosa! Os dois juntos fazem uma cena tão natural e simples e ao mesmo tempo cheia de significado que ninguém sai ileso. As meninas de Randall podem ser consideradas como fonte de esperança para os corações quebrados. O novo que acalenta.

Já Kate e Kevin estão no estúdio de gravação do filme que Kevin participa e encontram Sylvester Stallone. Confesso que, quando soube que Sly estaria no seriado, achei que seria para algo mais. Kate então conta a Stalonne que seu pai era grande fã, que os Pearson conhecem todos os filmes do Rocky e assim vai. Quem lembra do Milo Ventimiglia no Rocky Balboa, fica todo empolgado! Nessas conversas com Stallone, Kate menciona a morte do pai. Stallone fala disso com Kevin, bem antes de fazerem uma cena. Kevin, que ainda não sabe lidar com esse momento de sua vida, se desconcentra todo e acaba descontando a raiva em Kate. Foi um verdadeiro idiota. Aí, para completar, machuca novamente o joelho que já havia lesionado quando adolescente. E o vemos tomar analgésicos. Vocês sabem o que acontece quando, nessas séries, algum personagem decide/precisa tomar esse tipo de remédio. É um clichê que funciona. Fico feliz que, pelo menos o filme, ele terminou sem danos maiores.

O 2×03 foi um episódio tranquilo, com partes muito legais, mas que ainda não alcançou o nível que sabemos que This is Us tem. Mas está chegando. Já assisti até o 2×06 (as reviews estão chegando!) e posso dizer que fica muito melhor.

Até o próximo episódio!

 

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM