Bem a tempo da volta de This is Us, temos um olhar sobre o episódio 2×10, Number Three, que vem para nos mostrar um pouco mais sobre Randall, sua busca pela própria identidade e o que ele se tornou. E pra nos lembrar de que a vida é assim: o mesmo jogo sendo jogado há tempos, só que com jogadores diferentes.

Randall está dividido. Como vimos nos momentos que ele compartilha com Jack, esteve sempre assim. Agora é com relação a Deja e o que ela significa para ele. Randall é muito emocional, muito apaixonado por tudo que faz e não é diferente quando se trata da tarefa de ser um pai adotivo temporário. Ele quer o melhor para Deja.

Então entram na jogada as lembranças de Jack e de William, que dão o tom do episódio, enquanto Randall nos mostra a versão prática dessas lembranças. Com Jack, Randall deixa aberta a busca pela identidade dele, quando visita Howard University, formada na sua maioria por negros. Ele se sente “em casa”, finalmente incluído, enquanto Jack se sente um peixe fora d’água por alguns instantes. Na conversa que se segue, temos Jack mostrando a Randall que não é apenas ele que se sente dividido e fora de rumo. Conta sobre o Vietnã e como foi difícil se sentir incluído na sociedade civil novamente. Diz que a vida é assim, a gente se encontra e se perde e assim vai.

A lembrança de William vem da temporada passada, próximo ao dia de Ação de Graças, quando Randall descobre que Rebecca já havia encontrado William. E é ele quem conta a Randall que pensou em tentar fazer parte da vida dele, mas desistiu, no momento em que percebeu que muito já havia acontecido antes na vida de Randall. Coisas das quais ele não sabia e que nunca poderia realmente saber. Ele simplesmente não cabia.

É juntando esses dois exemplos que vemos Randall resolver seu dilema com Deja. Ele novamente está dividido, sem equilíbrio e ao observar a mãe de Deja ao longe percebe, assim como William percebeu, que existe muito mais na vida da menina do que aquele pedacinho que ele pôde experimentar. E Deja, ao ir embora, ainda reafirma que, não é por não gostar dele que ela vai embora. É simplesmente a vida dela, da qual ele não poderá estar presente sempre. Jack disso isso a ele. Uma ótima mensagem nos é passada: Prestar atenção se não estamos nos impondo demais na vida das pessoas, afinal, muita coisa se passou antes de fazermos parte do mundo delas.

Por outro lado, a série também nos convida a refletir sobre aqueles que conhecemos bem, que vivemos juntos a vida toda. Estamos prestando atenção neles? O episódio resume o arco dos irmãos, juntando as histórias novamente. Randall recebe a notícia de que Kate perdeu o bebê e Kevin chega à sua casa. Todos estão passando por momentos difíceis, mas é o “Número 1” que se encontra completamente fora de equilíbrio. E exatamente por ter sido o número um a vida toda, ninguém enxerga que ele também precisa de apoio.

Agora temos Kate se reerguendo e Kevin tentando descobrir o que fazer da vida. E, mais uma vez, como o episódio todo nos disse, a vida é isso: cair e levantar. É isso também que faz de This is Us uma série tão especial. Os temas são muito próximos de nós. É possível achar um pedacinho de nossos dilemas em cada um dos personagens. É possível até achar um apoio para a situação que estamos vivendo, no episódio da semana. É incrível.   

 

 

 

 

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Twitter
YouTube
INSTAGRAM